Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Reticências...

à descoberta do nosso mundo

Ter | 26.12.17

A fantasia do Pai Natal

Desde muito pequena até aí aos meus 8/9 anos,eu acreditava no Pai Natal. 

Desde as prendas na pantufa,nas meias natalícias ou debaixo da árvore ao apagar do lume da lareira para o Pai Natal descer,tudo isso era verdadeiro para mim. E,sejamos sinceros,é isso que dá muita magia ao Natal de uma criança,não é verdade? 

 

A minha mãe fazia de tudo para que esta crença continuasse. Punha as prendas debaixo da árvore às tantas da manhã,comprava sacos que,supostamente,tinham trazido estes presentes e que tinham sido deixados para trás pelo Pai Natal, - desaparecendo estes uns dias depois por magia - entre outros truques. 

Um dos anos em que já era mais crescida,na manhã de Natal,depois do famoso reboliço da abertura dos presentes,comecei a ouvir sinos lá fora. Corri para a janela,doida de contente,juntamente com a minha mãe. 

" Vês,filha? É o pai natal! Está-se a ir embora para o Pólo Norte outra vez"

Não. O barulho vinha dos sinos da carroça de uns ciganos que tinham passado por aquela estrada. 

Meu deus,as coisas que os pais fazem/dizem para que os seus pequenos acreditem/continuem a acreditar nesta figura barbuda acompanha de renas voadoras ahahaah

Agora,uns anos mais tarde,coube-me a mim acender esta "chama" da chegada do Pai Natal durante a noite de 25 de Dezembro ao pequeno aqui de casa. Escrevi cartas a pedir os presentes com ele,enfiei-as na árvore de Natal,fi-las desaparecer por magia,recebi uma resposta vinda do pólo norte,1001 coisas. Devo dizer,isto de fazer uma criança acreditar no pai natal é muito divertido. 

E vocês,o que é que os vossos familiares faziam para acreditarem no Pai Natal? E o que é que vocês costumam fazer para os vossos pequenos acreditarem nele? 

 

2 comentários

Comentar post